O nosso pão de cada dia – Pão de espelta

O nosso pão de cada dia – Pão de espelta

Tenho três cheiros preferidos e que me transportam a outra dimensão, o cheiro da terra molhada quando caem as primeiras gotas de chuva, o cheiro dos livros e… o cheiro do pão acabado de cozer!

Pão de espelta

Nesta fase que estamos vivendo, também já nos apercebemos que o pão, acabadinho de fazer, é algo indispensável às nossa vidas e vimos surgir estes dias uma onda de novos padeiros e padeiras nas casas de todo o pais, fazendo até com que se esgote o fermento de padeiro e a farinhas nos supermercados… até se criou uma corrente (e até um grupo no Facebook) com a hastag #pãodemia.

Também fui experimentar, na verdade mais que uma “receita de pão” é um “Polish” uma técnica que se utiliza para que os pães desprendam o seu aroma, a textura fique mais elástica e se conserve melhor. Depois de toda a noite a descansar deve ser misturado com mais farinha e demais ingredientes escolhidos para fazer o pão. Neste caso a autora faz apenas este passo (o Polish) e leva-o a cozer em forno bem quente dentro de uma panela de ferro ou gres tapada.

É de facto uma maneira muito fácil (já que não exige nenhuma técnica de amassado) de fazer pão e que nos permite utilizar as farinhas/ingredientes à nossa escolha. O meu é de espelta semi integral e sementes de girassol.

Se também és dos que também adoram pão convém teres em atenção alguns aspetos:

– Dá preferência a um pão integral de boa qualidade elaborado com farinhas biológica, de preferência com massa mãe e com fermentação lenta, uma vez que os pães mais comerciais contêm leveduras mais artificiais que incham e inflamam a massa (o mesmo efeito que teremos ao consumi-las) e que deu origem a um aumento de problemas de saúde digestivos como os gases, flatulência, cólon irritável, diarreias, falta de absorção, doença celíaca, doença de Crohn…

– Atenção ao que colocas por cima, normalmente a tendência é colocarmos manteiga salgada, queijos, enchidos (se nos sentimos debilitados e precisamos de energia) ou doces, chocolate (se nos sentimos tensos e precisamos de relaxar). Hoje em dia há muitas alternativas vegetais caseiras e fáceis de preparar como as manteigas de frutos secos, ou um fio de um bom azeite virgem extra e ervas aromáticas.

– Mastiga bem (isto é MUITO importante) pelos menos 30 vezes cada bocado, é na mastigação que se faz o princípio da assimilação do cereal. Uma má mastigação pode produzir um estômago inchado e gases.

– No plano emocional o pão é um forte fixador dos nossos apegos e dificulta nos processos de mudança. Costuma ser também necessidade de controlo. Também funciona a nível emocional como uma couraça que nos protege da dor.

Em Português

Pão de espelta

3 chávenas de farinha de espelta semi integral (tipo 1050) ou 2 chávenas de farinha normal e 1 chávena de farinha integral
1 colher de café de levedura seca (fermento de padeiro seco)
1 colher de chá de sal marinho
1 ½ chávena de água morna (+ ou – 37º)

Preparação
Numa taça colocar todos os ingredientes e misturar com a ajuda de uma colher de pau.
Tapar com um pano e deixar levedar durante toda noite (8 a 12 horas).
Aquecer o forno a 250º com a panela onde vamos cozer o pão lá dentro.
Colocar uma folha de papel vegetal em cima de uma bancada, polvilhar com farinha e colocar esta massa em cima.
Dar um par de voltas à massa e colocar e moldar em formato arredondado com a abertura para baixo.
Retirar a panela do forno, colocar dentro o papel vegetal com o pão, tapar e levar ao forno a cozer durante 30 minutos.
Retirar a tampa e cozer durante mais 10 minutos para corar a superfície.


En Español

Pan de espelta

3 tazas de harina de espelta semi integral (tipo 1050) o 2 tazas de harina normal y 1 taza de harina integral
1 cucharadita de levadura seca (levadura seca de panadería)
1 cucharadita de sal marina
1 ½ taza de agua tibia (+ o – 37º)

Preparación
Ponga todos los ingredientes en un tazón y mezcle con la ayuda de una cuchara de madera.
Cubra con un paño y deje que a leudar durante toda la noche (8 a 12 horas).
Caliente el horno a 250º con la olla donde vamos a hornear el pan dentro.
Coloque una hoja de papel vegetal en la cimera, espolvoree con harina y ponga la masa encima.
Maneje la masa un par de veces dandole una forma redonda con la abertura hacia abajo.
Retire la olla del horno, coloque el papel de vegetal con el pan adentro de la olla, cúbrala con su tapa y hornee durante 30 minutos.
Retire la tapa y hornee por otros 10 minutos para dorar la superficie.


In English

Spelled bread

3 cups of semi-integral spelled flour (type 1050) or 2 of normal flour and 1 of whole flour
1 coffee spoon of dry yeast (dry baker’s yeast)
1 teaspoon sea salt
1 ½ cup of warm water (+ or – 37º)

Preparation
Put all the ingredients in a bowl and mix with the help of a wooden spoon.
Cover with a cloth and let it rise all night (8 to 12 hours).
Heat the oven to 250º with the pan where we are going to bake the bread inside.
Place a sheet of parchment paper on top of a bench, sprinkle with flour and place this dough on top.
Roll the dough a couple of times and place and shape in a round shape with the opening facing down.
Remove the pan from the oven, place the parchment paper with the bread, cover and bake for 30 minutes.
Remove the lid and bake for another 10 minutes to stain the surface.

Subscreve a minha Newsletter

Não percas as últimas novidades de dicas e receitas de cozinha

Concordo em dar as minhas informações pessoais em MailChimp ( mais informações )

O teu email está 100% seguro, nunca será divulgado ou vendido. Podes cancelar a tua subscrição em qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *